Vómitos no bebé em viagem: como agir?

Vómitos no bebé em viagem: como agir?

Out 14, 2022

Os vómitos no bebé em viagem podem realmente acontecer. Há mesmo quem diga que a probabilidade ainda é maior do que em casa. Então sim, todos os cuidadores de bebés devem saber como agir em caso de vómitos.

Vómitos num bebé podem ser responsáveis por desidratação. É mais fácil e rápido um bebé desidratar do que um adulto. Percebe-se porquê: o volume corporal é mais pequeno e um grande vómito num bebé pode iniciar um estado de desidratação moderado a grave. E pode mesmo ser difícil contornar a situação…

Quando estamos em viagem maior a preocupação e o medo do desconhecido…

Pois então vamos perceber o que podemos fazer se ocorrerem vómitos no bebé. O que será certo? Como agir? Quando nos devemos preocupar? Quando recorrer ao hospital?

A Leonor começou a vomitar nas nossas férias em Cuba

A Leonor começou a vomitar há 1 semana. Foi uma noite “dos diabos” aquela de 5ª para 6ª feira. Dei mais voltas ao quarto do hotel com ela ao colo do que já dei à minha própria casa desde que a tenho…

Antes de mais nada e sendo a Leonor uma bebé tão pequena, iniciámos soro de hidratação oral assim que mostrou capacidade para o iniciar. Eram 4h mais ou menos. A primeira tentativa vomitou. Só queria maminha. E eu não lhe podia dar. Sabia que ia vomitar de novo se lhe desse leite materno depois do vómito anterior. Queria tudo menos isso. Mais vómitos iam acabar em ida para o hospital de Havana com a nossa bebé desidratada.

Então cantei, dancei pelo quarto, embalei e chorei junto da minha bebé. Já não sabia como a acalmar. Tanto me custou que ficasse em pausa alimentar e de líquidos… Mas consegui! Finalmente conseguimos 45 minutos sem vómitos e pudemos iniciar soro de hidratação oral de novo. Fizémo-lo com MUITA CALMA e a minha bebé tolerou e adormeceu, de seguida.

Mas desde então que não é a mesma: nunca mais teve vontade de comer. Apetite e vontade de ver comida 0, ao passo que só quer maminha para se acalmar e reconfortar. Andamos nisto há 7 dias

A nossa pediatra concorda comigo: a minha bebé não tem ar doente, não tem sinais de alarme. Às vezes preciso de me colocar do outro lado para ter discernimento e saber o que fazer.

Como agir se o bebé vomitar em viagem?

Deixo-vos, em checklist, o importante a fazer em caso de vómito no bebé (em viagem ou não):

  1. PAUSA ALIMENTAR E DE LÍQUIDOS por, pelo menos, 45 minutos;
  2. SORO DE HIDRATAÇÃO ORAL FRACIONADO (fracionado é com calma, sem pressa; de 5 em 5 minutos, por forma a estarmos a oferecer soro ao bebé durante, pelo menos, 1h e meia);
  3. DEIXAR DESCANSAR, se mostrar sinais de sono;
  4. NÃO INSISTIR COM ALIMENTOS, NÃO OBRIGAR;
  5. OFERECER ALIMENTOS DE FÁCIL DIGESTÃO, LEVES E ISENTOS DE GORDURA, se manifestar fome;
  6. VIGIAR DOR E MEDICAR, se necessário;
  7. DAR MUITOOOO MIMINHO.

Analogamente, nos dias seguintes é normal que o bebé tenha menos apetite e até recuse alimentos. O ideal é manter a premissa: bebé que não é obrigado é bebé que vai voltar à normalidade. É só uma fase!

Quando nos devemos preocupar se o bebé vomitar (em viagem)?

Primeiramente tenho de vos dizer que a preocupação é constante quando notamos que o nosso bebé não está bem. Depois, devo dizer-vos também que o bebé precisa que estejamos calmos e confiantes. Por outro lado, é fundamental manter a calma e ter um olhar crítico na situação:

  • O bebé reage?
  • Como está a respiração do meu bebé?
  • O meu bebé tem a cor habitual?
  • E as mucosas? Tem os lábios hidratados ou secos? A língua húmida ou branca?
  • O bebé urina bem?
  • Há quanto tempo o bebé não vomita?
  • Teve vómitos com sangue?
  • Teve diarreia associada ou diarreia com sangue?

Portanto, em suma, devemos responder a estas questões e tentar perceber em que patamar está o nosso bebé; se há sinais de alarme. Isso vai ajudar-nos a decidir se devemos ir ou não a um serviço de urgência.

Relembro, contudo, que na dúvida podem (e devem) contactar a linha de emergência do país de destino. É FUNDAMENTAL TODOS SABEREM ESTES CONTACTOS ANTES DE EMBARCAREM. Não acontece só aos outros, relembro!

Acrescento que, em Portugal contam com a Saúde 24 (808 24 24 24) ou o 112.

Que cuidados especiais quando vamos em viagem?

  1. Decidir, junto da agência de viagens, um seguro com boas coberturas de assistência médica (este aspeto com bebés e crianças pequenas é ainda mais importante);
  2. Levar o KIT DE PRIMEIROS SOCORROS PEDIÁTRICO composto pelo material de origem + medicação para viagem (paracetamol, ibuprofeno, anti-histamínico, arnidol, repelente de insetos). Podes adquirir o teu KIT SOS TRAQUINAS em baixo (com portes gratuitos):
Tag:

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.