Introdução alimentar: sugestões para ajudar o bebé na regulação intestinal

Introdução alimentar: sugestões para ajudar o bebé na regulação intestinal

Set 21, 2021

 

Já vos tinha dito que a obstipação é responsável por 30 a 40% das idas aos serviços de urgência de pediatria. Com grande prevalência entre o 4º e o 6º mês de vida.

A vida laboral da mãe nem sempre permite iniciar a diversificação alimentar somente aos 6 meses, pois a maioria das mães aos 5 ou aos 6 meses do bebé iniciam a sua atividade profissional. É importante que seja planeada previamente a melhor altura para iniciar a diversificação alimentar do bebé. Algo que habitualmente requer apoio médico/enfermagem no centro de saúde ou em pediatra particular.

Atenção que as consultas de saúde infantil servem exatamente para colocarem todas as questões que tenham, sem medos, sem vergonha. Todas as questões são válidas. Lembrem-se: ninguém sabe tudo e nenhum profissional de saúde vos vai julgar. Além disso, não precisam de marcar uma consulta para se dirigirem ao centro de saúde e solicitar apoio de enfermagem.

No nosso caso, como eu fui trabalhar aos 5 meses e meio do João Maria, aos 5 meses e 3 dias introduzimos a sopa ao almoço. E ainda bem que, em conjunto com o médico assistente, decidimos fazê-lo, porque o bebé demorou cerca de 10 dias a comer bem uma concha de sopa :) Saber que ele passou a aceitar aquela refeição tranquilizou-me para o regresso ao trabalho. Claro que deixei a arca cheia de sacos de leite materno que o meu marido descongelava e oferecia ao bebé no biberão :) :)

No processo de introdução alimentar, de 3 em 3 dias, habitualmente, é introduzido um novo alimento na dieta do bebé. A DGS recomenda que essa introdução seja feita, realmente, de 2 ou de 3 em 3 dias. Este processo vai permitir aos pais perceber:

       1. Se algum alimento introduzido é responsável por alergia, comumente manifestada, em primeira instância, por erupções cutâneas (borbulhas na pele);

       2. Os alimentos que o bebé tem especial interesse e os que não parecem ser do seu agrado. Importa dizer-vos que o bebé pode mostrar desinteresse por um alimento hoje, mas aceitar esse mesmo alimento no dia ou na semana seguinte, pelo que devemos voltar a oferecer ao bebé;

       3. Os alimentos que causam alteração no padrão intestinal do bebé.

O João Maria, hoje com 9 meses e meio, até então não fez qualquer reação alimentar. Contudo, tem manifestado desinteresse por alguns alimentos, como foi inicialmente o caso da manga e, já no 6º mês, aquando da introdução da carne, o caso do frango. Contudo, como a insistência é o meu forte, continuei a oferecer manga e frango ao meu filho, o que fez com que hoje ele se delicie, muitas vezes, com 1/2 manga ao almoço ou como complemento do lanche ;) O mesmo se passou relativamente ao frango, uma carne que hoje come sem qualquer problema.

Para os pais, iniciar a oferta de alimentos sólidos ao bebé é uma tarefa duplamente exigente: é-lhes pedida a confeção de sopa de 2 em 2 ou de 3 em 3 dias (é sempre possível confecionar para mais dias e congelar, retirando do congelador e colocando no frigorífico no dia antes do bebé comer) e ainda lhes é pedido que estejam atentos a todas as possíveis alterações que a diversificação alimentar pode ter no seu bebé.

O nosso filho que evacuava 3 a 4 vezes ao dia quando estava sob aleitamento materno exclusivo, assim que iniciou a introdução alimentar, com ela instalou-se uma dor de cabeça! Nas primeiras semanas, praticamente todos os dias eu tinha de o ajudar a fazer cocó, com a cânula do bebegel. Por duas vezes foi mesmo necessário administrar o conteúdo do bebegel, pois as fezes estavam tão duras e subidas que o pequeno não as conseguia expelir.

A partir da 3ª semana, comecei a perceber realmente os alimentos que não estavam a ajudar no trânsito intestinal do João Maria. Aqueles que são responsáveis por casos de obstipação na maioria dos bebés foram igualmente no meu:

QUAIS OS ALIMENTOS MAIS SUSCETÍVEIS DE CAUSAR OBSTIPAÇÃO NO BEBÉ?

Banana, cenoura, arroz.

Não deixei de oferecer estes alimentos ao bebé, mas reduzi as quantidades ou a frequência em que os dava. Da mesma forma que percebi os alimentos que causavam obstipação no meu bebé, fui notando os alimentos que propiciam a evacuação, igualmente aqueles que são descritos pela literatura como sendo mais ricos em fibras:

QUAIS OS ALIMENTOS RICOS EM FIBRAS E QUE PROMOVEM A REGULAÇÃO INTESTINAL DO BEBÉ?

Papaia e manga;

Bróculos;

Feijão-verde;

– Cereais como a aveia.

NÃO ESQUECER A OFERTA DE ÁGUA, VÁRIAS VEZES AO DIA

Informação atualizada, de documento datado de Outubro de 2019, redigido pela Direção Geral da Saúde (consultar documento).

ESTOU COM DIFICULDADE NA OFERTA ALIMENTAR AO MEU FILHO QUE PROMOVA O SEU TRÂNSITO INTESTINAL. QUE SUGESTÕES?

Confesso que esta é a minha parte favorita. UMA MÃE, além de todas as características que lhe são exigidas, sabiam que TAMBÉM TEM DE SER MUITO CRIATIVA? ;)

Depois de percebidos os alimentos que mantém o trânsito intestinal do bebé, é altura de inovar! ;) As sopas do João Maria têm sempre de ter na base ou feijão-verde ou bróculos ou agrião; primeiro porque ele mostra gostar muito e segundo porque nos dias em que não adicionava nenhum destes legumes, o bebé não conseguia evacuar sozinho.

Aos 6 meses o nosso bebé passou a comer sopa ao almoço e ao jantar, mas não ficava saciado unicamente com leite materno durante o resto do dia e eu tive de começar a oferecer-lhe lanche. Não me parece benéfica, em bebé nenhum, a oferta de papa de supermercado todos os dias ao lanche, por mais saudável que esta seja. O médico assistente concorda. Então pensei em alternativas para variar nos lanches e que facilitassem o trânsito intestinal do bebé e digo-vos, ele adora estas quatro opções que vos apresento e ainda hoje lhe vou dando! ;)

1.) PAPA CASEIRA DE AVEIA COM MANGA – preparar com água ou com leite (materno ou artificial) – 90ml água ou leite + 4 colheres de sopa de farinha de aveia – levar ao lume brando até engrossar e juntar 1/4 ou 1/2 manga conforme o gosto e o apetite do bebé. Se preferem a papa mais liquida ou mais grossa é só gerir e colocar um pouco mais ou menos do preparado de manga.

2.) PAPA DE COMPRA HOLLE COM PAPAIA – a minha papa de compra de eleição. Bastou-me consultar os rótulos e comparar: As papas Holle contém entre 0,5 a 1gr de açúcar por cada 100gr enquanto outras papas de supermercado contém 25 a 30gr de açúcar por cada 100gr (imagens abaixo). Vamos todos passar a consultar rótulos? ;) ;)

 

Rótulo da papa Holle de arroz (sem glúten, preparada para bebés a partir dos 4 meses)

 

Rótulo de uma papa de supermercado (sem glúten, preparada para bebés a partir dos 4 meses)

Preparar conforme indicações na caixa e juntar 1/4 de papaia triturada (existem muitos sabores disponíveis e a oferta com glúten é enorme; habitualmente preparo esta papa com leite materno mas também pode ser preparada com água;

3.) PAPA DE COURGETE COM MAÇÃ – cozer 1 courgete pequena e triturar; juntar 1 maçã cozida a vapor ou crua triturada (podem oferecer a quantidade que considerem necessária ao bebé e o restante guardar no frigorífico por 2 a 3 dias);

4.) PAPA DE BATATA-DOCE COM PÊRA – cozer 1 batata-doce pequena e triturar; juntar 1 pêra cozida a vapor ou crua triturada (podem oferecer a quantidade que considerem necessária ao bebé e o restante guardar no frigorífico por 2 a 3 dias).

Estes são apenas 4 exemplos, porque basta dar asas à imaginação e rapidamente surgem novas opções :) A farinha de aveia pode ser trocada por farinha de arroz ou por farinha de espelta e conseguimos novos sabores para dar a provar ao nosso bebé, garantindo uma oferta nutricional adequada e aliando a fruta que propicia um sabor ainda mais especial.

 

E vocês, como tem sido essa imaginação na cozinha para os vossos bebés? Partilhem as vossas receitas :)

11 Comments

  1. Susana santos

    Comecei agora a introdução de papas e comprei uma que dá para fazer com o leite materno o problema é que demoro imenso tempo para tirar leite com a bomba…alguma dica de como o fazer sem demorar uma manhã inteira so para tirar 160ml de leite? ( quantidade necessária para fazer a papa )..

    Reply
    • Enf Andreia

      Olá susana, ha outras alternativas e também para extração de leite maaterno mais eficaz :) Se puder envie-me email mailsosmama@gmail.com :)

      Reply
  2. Sara Nogueira

    Dicas mesmo elaboradas no dia que o meu pequeno fez 6 meses, há 4 dias que introduzimos os alimentos. Fez aleitamento exclusivo até os 6 meses porque tive oportunidade de o fazer. Estas dicas vão dar muito jeito para os próximos tempos. Obrigada pelas dicas e pela excelente iniciativa! Um beijinho

    Reply
    • admin

      Que bom que se torna útil! Cá estarei para seguirmos esse caminho juntos :) Um beijinho e obrigada pela partilha <3

      Reply
  3. Tânia Abrigada

    Obrigada por esta partilha tão útil e bem fundamentada! A introdução alimentar bem como diversificação da mesma é algo bastante complexo e q pode causar bastante ansiedade na mãe e no casal! Está a ser o caso por aqui! mas todos os dias parece menos mau! Uma coisa é certa, nem tudo corre exactamente como planeamos mas depois as coisas acabam por se encaixar! Nunca imaginei iniciar com papa… estando aqui a prova q cada bebé é um bebé com necessidades diferentes e q n existem certos nem errados… existem sim crianças diferentes! É tudo uma aprendizagem! Por isso obrigada uma vez mais ❤️

    Reply
    • admin

      Sem duvida! Cada criança é uma criança e cada caso deve ser analisado na sua plenitude pelo profissional de saúde de referência e que melhor conhece a criança. Eu disse que cada dia ia ser mais fácil :) Essa princesa daqui a duas semanas já vai precisar de iniciar dieta ;) Beijinho grande

      Reply
  4. Sara Maurício Silva

    E confesso que a obstipação nos bebés é algo que me aflige. Termos conhecimento doa alimentos que a provocam e evitam a obstipação nos bebés é uma excelente ajuda. E por acaso ainda não tinha procurado informação sobre este assunto. O que é fundamental!

    Reply
  5. Sara Maurício Silva

    Que excelente artigo!!! A nossa bebé tem quase 5 meses e ainda estamos em aleitamento materno exclusivo. Em breve falaremos com o pediatra para a introdução da alimentação. Também tenho uma bebé gordinha, nesta altura já com 7kg e estas sugestões são excelentes! Muito bom!!! Beijinhos. Obrigada!!!

    Reply
    • admin

      Olá Sara, muito grata pelo comentário! :)
      Que bom que sentem como úteis as dicas que vos trago.
      No início é frequente uma ligeira obstipação que, com atenção e antecipação dos papás, pode ser somente ligeira e rapidamente contornada. Alguma questão cá estarei ;)

      Um beijinho

      Reply
  6. Claudia Amaral

    Dicas muito válidas! Confesso que já não me recordo muito bem como correu com a 1a princesa, há + de 4A atrás… Mas como bebia tanto leite materno como artificial, creio que se introduziu a sopa aos 4M e a papa aos 5M… Agora como a 2a princesa bebe leite materno em exclusivo pensamos introduzir a sopa próximo dos 5M e a papa aos 6M…vamos ver :) ❤️ A água é recomendada a partir de que altura? Boas sugestões para preparados caseiros e saudáveis para os nossos babies ❤️

    Reply
    • admin

      Habitualmente não esquecemos as coisas más, pelo que não deve ter sido muito mau ou seria lembrança certa ;)
      A água é recomendada pela sociedade Portuguesa de Pediatria e pela Direção Geral da Saúde a partir do momento em que se inicia a introdução alimentar, em pequenas quantidades ao longo do dia :) Espero ter ajudado!
      Um beijinho :)

      Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?