O meu bebé não aceita água – 4 estratégias a pôr em prática

O meu bebé não aceita água – 4 estratégias a pôr em prática

Ago 13, 2020

A água faz parte de um estilo de vida saudável. A oferta de água desde bebé, favorece a sua habituação àquela necessidade vital, mas nem sempre o bebé.

Quando devemos dar água a um bebé?

Bebés a leite artificial devem beber água?

O bebé já iniciou a diversificação alimentar mas está também sob aleitamento materno. É preciso dar água?

Quais as vantagens conhecidas da água em bebés e crianças?

O bebé não aceita água, como fazer?

Que quantidade de água dar ao bebé e à criança?

Aleitamento materno / artificial e oferta de água ao bebé

O ALEITAMENTO MATERNO EXCLUSIVO (que pode ir até aos 6 meses) não visa a oferta de líquidos adicionais ao bebé. Contudo, pode ser necessário dar leite materno com mais frequência ao bebé em dias mais quentes ou em casos específicos de doença, como no caso de febre ou diarreia.

Bebés sob ALEITAMENTO ARTIFICIAL pode ser necessário começar a dar água antes da diversificação alimentar, mas sempre mediante avaliação por profissional de saúde de referência e tendo em conta vários fatores:

  • Tempo mais quente;
  • Temperatura do bebé;
  • Suor;
  • Febre;
  • Diarreia, ou outro.

QUANDO começar a dar água ao bebé?

A partir do momento em que se inicia a introdução alimentar.

PORQUÊ?

Os alimentos oferecidos ao bebé aquando da diversificação alimentar apresentam, relativamente ao leite materno ou ao leite artificial, maior quantidade de proteína por grama, causando sobrecarga renal de solutos, sendo fulcral a compensação através da oferta adicional de água.

Que vantagens?

  1. Prevenção da desidratação;
  2. Menor sobrecarga renal – a água é a maior ajuda que se pode dar ao funcionamento saudável dos rins;
  3. Regulação do trânsito intestinal;
  4. Desenvolvimento do hábito, desde bebé, em beber água regularmente.

Que estratégias?

Em certos bebés, aquando da introdução alimentar e da oferta de água, estes não mostram gosto pelo consumo de água, rejeitando. Aconteceu-me com o João Maria. No início da diversificação alimentar, como recusava quase sempre a água no biberão, foi necessário recorrer a algumas estratégias, como sejam:

  1. Aromatização da água com um pedaço de maçã/pêra/banana (após introdução destes frutos);
  2. Oferta de chá apropriado para bebés (exemplo: chá Alivit da nutriben (link);
  3. Oferta da água em copos de aprendizagem coloridos (link);
  4. Permitir que o bebé brinque com o copo de aprendizagem, ganhando gosto no objeto e, por conseguinte, na água (o João Maria levou uns banhos no início 😉).

Que quantidade?

Na imagem seguinte (Associação Portuguesa de Nutricionistas), destaca-se a quantidade ideal de água a oferecer ao bebé e à criança.

De mencionar que a quantidade de água total a oferecer a um bebé (7-12m) é de 600ml, contando para esta quantidade o volume de sopa/papa oferecida à criança.

Salvaguardo que as recomendações da DGS de 2019 são que, a partir dos 2 anos deve ser dado 1 litro de água à criança, sem contar com a água presente nos alimentos que lhe são oferecidos. Desta forma, parece-me pertinente que comecemos desde cedo a habituar o bebé a beber água :) CONCORDAM?

 

Imagem da Associação Portuguesa de Nutricionistas (link)

Baseado nas recomendações do Manual da DGS (2019) (link), na Associação Portuguesa de Nutricionistas (link) e no Portal da Diálise (link)

1 Comment

  1. Claudia Amaral

    Interessante… Dá – me ideia que tende a ser mt descurado.
    Fulcral! Obrigada pelo reforço ❤

    Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?