O leite de vaca e o bebé até aos 12 meses – 8 potenciais complicações

O leite de vaca e o bebé até aos 12 meses – 8 potenciais complicações

Ago 11, 2020

Este artigo era necessário. Já vos tinha dito antes que, no meu dia-a-dia profissional, faço sempre questão de explicar exatamente o porquê das coisas aos pais. Não chega basearmos a nossa prática nas afirmações “não pode fazer X” ou “não deve fazer Y”, sem que seja explicado o porquê! É claro que não sabemos tudo e assumir isso é o ponto de partida!

É pois, fulcral, a fundamentação. O “diz que disse” numa área tão importante da vida como é o caso da saúde, não é admissível. Estão sempre a decorrer novos estudos e ainda bem que assim é. Cabe-nos a nós, profissionais de saúde, procurar a atualização constante, o que acaba por ser muitas vezes difícil e muito muito trabalhoso.

Porque motivo não se pode dar leite de vaca a um bebé com idade inferior a 12 meses? O que diz a evidência?

Não se pode? Não se deve! O conhecimento e a informação é transmitida (ou pelo menos devia); depois cabe aos pais a decisão final. É o que eu costumo dizer: eu dou as ferramentas, vocês decidem 😍

A investigação e o estudo com crianças desta faixa etária mostram que o leite de vaca NUNCA DEVE SER OFERECIDO AO BEBÉ ATÉ AOS 12 MESES. Além disso, alguns especialistas recomendam a partir dos 24-36 meses, pelo seu elevado teor em ácidos gordos saturados.

Como até aqui, este artigo baseia-se, em grande parte, nos estudos da DGS (2019), da ESPGHAN (European Society for Paediatric Gastroenterology, Hepatology and Nutrition)(2017) e da SPP (2012)

Tabela que compara a composição do leite materno e do leite de vaca em macronutrientes, estando na origem de muitos dos problemas apresentados de seguida (DGS, 2019, p. 55)

O que diz a evidência sobre as potenciais complicações da introdução de leite de vaca antes dos 12 meses do bebé?

  1. Diarreia ou fezes mais amolecidas (pela imaturidade intestinal até aos 12 meses);
  2. Cólica abdominal;
  3. Perda de peso;
  4. Anemia ferropénica (o leite de vaca é rico em cálcio e caseína que inibem a absorção do ferro no intestino);
  5. Défice de vitamina A, C e E, cobre, zinco e ácidos gordos essencias;
  6. Alergia ao leite e derivados;
  7. Sobrecarga renal, pela percentagem aumentada de sódio, potássio e proteínas difíceis de digerir pelo bebé, com risco aumentado de desidratação;
  8. A médio / longo prazo: atrasos no crescimento e no desenvolvimento intelectual das crianças; risco aumentado de diabetes, hipertensão arterial e obesidade.

Que tipo de leite oferecer ao bebé até aos 12 meses?

Em primeiro lugar, no topo de qualquer recomendação: o LEITE MATERNO;

Todavia, nem todas as mulheres podem ou querem amamentar. Como vos disse no artigo “O bebé alimentado com leite artificial: 10 cuidados essenciais”, a mulher não é melhor ou pior mãe por não amamentar. Não deve haver lugar a julgamentos, mas sim ao apoio para que a mãe encontre a melhor alternativa para o seu bebé.

Neste seguimento, na ausência de leite materno, o aconselhado até aos 12 meses é sempre uma FÓRMULA INFANTIL, idealmente recomendada/prescrita pelo profissional de saúde que segue o bebé. Mesmo sendo criada a partir do leite de vaca, é devidamente adaptada para se assemelhar ao máximo à constituição do leite materno, considerando a sensibilidade e a imaturidade do organismo do bebé.

E por aí, tinham noção desta informação que os estudos nos mostram?

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?