Dos 0 aos 12 meses: Vamos entender os picos de crescimento?

Dos 0 aos 12 meses: Vamos entender os picos de crescimento?

Ago 5, 2020

 

Picos de crescimento. Lamento informar que, até o vosso filho ser adulto, vão existir vários picos de crescimento. Neste artigo, vou fazer referência aos mais frequentes até aos 12 meses dos pequenos.

Na verdade, depois de sermos pais todos nos falam em picos de crescimento! E tudo parece que passa a ser culpa dos picos de crescimento:

  • “O meu bebé anda a acordar tantas vezes de noite” – “Isso é pico de crescimento!”;
  • “O meu bebé anda a pedir cada vez mais maminha” – “Isso é pico de crescimento“;
  • “As fezes do meu bebé mudaram” – “Isso é pico de crescimento” 😅 (malditos picos de crescimento!)

Mas será que se deve aos famosos picos de crescimento?

O que são os picos de crescimento?

Referem-se ao crescimento do bebé e não ao seu desenvolvimento. Dizem respeito a “saltos”, fases mais aceleradas do crescimento do bebé. Habitualmente duram de 3 a 7 dias, com posterior retorno ao padrão de comportamento habitual do bebé.

Não podemos, por si só, associar os picos de crescimento às alterações que são notadas no bebé, seja em termos de alimentação, sono ou comportamento. Mas há uma associação direta entre as alterações no padrão habitual do bebé e estes conhecidos picos de crescimento que nos fazem crer que há de facto alguma ligação entre ambos.

Contudo, na dúvida e perante alterações específicas no vosso bebé, aconselho sempre a recorrerem ao profissional de saúde de referência do vosso filho!

Quando é habitual o bebé manifestar estes picos de crescimento?

No primeiro ano de vida, conhecem-se habitualmente as seguintes fases:

  • 7-10 dias;
  • 4-6 semanas;
  • 3º mês4º mês;
  • 6º mês;
  • 9º mês.

Entre o 6º e o 9º mês, aliada a estes picos de crescimento, está a fase tão comum de ansiedade da separação. O bebé manifesta compreender, agora, ser um indivíduo individual, separado da sua mãe. É aqui, então, que começa a ganhar medo da ausência materna, medo do espaço não partilhado com a mãe. Manifesta-se angustiado e chora mais quando se apercebe da separação da mãe. É pois crucial uma separação saudável, que gere confiança no bebé e o ajude a ultrapassar esta fase difícil.

O que acontece quando o bebé está a passar por um pico de crescimento?

Nestas fases o bebé tende a manifestar alterações de comportamento:

  • 🤱🏼 Se alimentado a leite materno: aumento da solicitação e do número de mamadas (o bebé precisa de mais alimento para crescer 😋)
  • 🍼 Se alimentado a leite artificial: manifestação de fome no final da mamada ou necessidade mais frequente de ser alimentado;
  • 😴 Despertares noturnos mais frequentes 🤯 ou, por outro lado, mais horas seguidas de sono (alguns bebés é nesta fase de pico de crescimento que dormem melhor as sestas diurnas ou mesmo mais horas noturnas);
  • 👩‍👧 Maior necessidade de consolo, mimo, conforto por parte das pessoas de referência, habitualmente mãe e pai;

É aqui que muitas mamãs põem em causa o leite materno, pensando ter um “leite fraco”. Já vos tinha dito antes que não existem leites maternos fortes nem fracos; cada mamã produz um leite único e adaptado às reais necessidades do seu bebé. Desta forma, é também nesta fase que muitas mamãs iniciam, autonomamente, leite adaptado.

Uma vez mais vos recomendo que consultem o profissional de saúde de referência do vosso filho, para que expressem estes medos característicos, habituais e perfeitamente normais nesta fase.

O que é recomendado nesta fase?

  • Ter muita paciência e pensar que é sem dúvida uma fase e que vai passar!
  • Oferecer leite materno em horário livre, permitindo ao organismo materno a produção adequada às necessidades do bebé;
  • Oferecer biberão mais vezes (mesmo que em intervalos mais curtos de tempo), se o bebé manifestar fome mais cedo;
  • Dar muitoooo miminho ao bebé;
  • Não se preocupar que a rotina vai voltar ao normal.

E por aí, como têm sido ultrapassadas as dificuldades inerentes aos picos de crescimento?

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?