«O sono do bebé» com o osteopata Gonçalo Santos

«O sono do bebé» com o osteopata Gonçalo Santos

Mai 17, 2020

O osteopata @goncalosantos_osteoinfantil aceitou imediatamente o meu convite, quando lhe expliquei o projeto SOSMAMA e o tema que idealizei para o nosso 1º direto :)

O direto mais visto da página @SOSMAMAPT foi este! Com um tema muito pedido por vocês, não podia ter escolhido melhor profissional para se juntar a mim numa conversa com muitas dicas para vocês.

Podem ver o DIRETO clicando neste link.

Receitas milagrosas para colocar o bebé a dormir toda a noite não existem. Mas há pequenos pormenores que faz todo o sentido serem explicados aos pais/cuidadores:

Importância de perceber os sinais de sono do bebé

  • O bocejar, o esfregar os olhos, o choro de mimo constante;
  • A importância de, surgindo os primeiros sinais de sono, favorecer o ambiente (dimiminuir a luminosidade e evitar brincadeiras estimulantes);
  • Não atrasar o deitar do bebé quando surgem os primeiros sinais de sono, sob pena de se agitar com o evoluir do sono e ser mais difícil adormecer.

Falo-vos mais dos sinais de sono e sua importância no ARTIGO «Mamã quero dormir! Dicas úteis para ter sucesso nas sestas do bebé»

Importância de criar rotinas ao bebé

  • As rotinas do dormir facilitam que o bebé interiorize “o que vem a seguir”, habituando-se ao ritual e, por sua vez, ao momento de dormir;
  • Diminuem o medo e a ansiedade “da separação” e do momento de dormir.

Falo-vos mais das rotinas e sua importância no ARTIGO «Importância das rotinas no sono noturno do bebé»

Importância de satisfazer todas as necessidades do bebé antes de o colocar a dormir

  • Tem fome? –» Alimentar o bebé (há bebés que, fazendo pausas muito grandes durante o dia, acabam por manifestar, no período noturno, mais necessidade de comer);
  • Tem sede? –» O aleitamento materno não supre unicamente a necessidade de fome, mas também de sede, mimo e conforto;
  • Tem frio ou calor?;
  • Demonstra necessidade de afeto, mimo, consolo?
  • Tem medo?
  • Tem dor ou desconforto?

É fulcral, segundo o osteopata Gonçalo, o olhar atento dos pais/cuidadores para os sinais corporais do bebé. O bebé chora quando o colocam no berço e:

  • Fica agitado corporalmente?
  • Movimenta os braços? As pernas?
  • Leva as mãos à cabeça?
  • Leva as mãos à boca?
  • Não mostra agitação corporal mas apenas sinais de mimo e necessidade de consolo ou sinais de medo?

Perceber de onde pode vem o desconforto é essencial, bem como procurar apoio especializado em caso de ser notado desconforto e não mostrar alívio com medidas não farmacológicas (amamentação, colo, consolo, conforto,…).

Não deixar o bebé a chorar

O bebé se chora é porque precisa de algo, seja fome, sede, frio, calor, presença da mãe, mimo, consolo, dor. Vamos olhar com “olhar atento” para os nossos filhos e perceber os seus sinais? :)

Podem ver o DIRETO clicando neste link.

O que acharam desta partilha? Fez-vos sentido? Já tinham em consideração alguns dos aspetos mencionados? Que mudanças vão procurar colocar em prática com os vossos bebés?

2 Comments

  1. Sara Nogueira

    Como já te tinha dito, neste directo percebi a importância do osteopata infantil.
    Percebi que o meu filho com 7 meses está sempre a bater com a mão na cabeça principalmente a adormecer. Às vezes dá com tanta força que até arrepia. Relativamente ao “não deixar chorar” , a minha família devia toda ver o osteopata a dizer isso porque estão sempre a dizer-me , “tens de deixar o menino chorar para ele se habituar”. Como é óbvio eu não o faço mas irrita-me estarem sempre a dizer o mesmo

    Reply
    • Enf Andreia

      Compreendo inteiramente o que dizes. Não concordo de todo com deixar chorar e, ainda bem que o osteopata Gonçalo veio corroborar a minha opinião :)

      Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?