Ir ao hospital quando? SINAIS DE ALARME NA GRÁVIDA

Ir ao hospital quando? SINAIS DE ALARME NA GRÁVIDA

Mai 11, 2020

Se antes da gravidez já eramos pessoas preocupadas com a nossa saúde, acreditem, isso piora quando o teste de gravidez dá POSITIVO! :)

Se, por outro lado, éramos mulheres e homens tranquilos, a gravidez traz sempre preocupação:

– Sabemos que o teste é positivo, mas ficamos ansiosos até fazer a primeira ecografia;

– Ouve-se o coração do bebé mas a barriga «não há meio de crescer»;

– A barriga cresce, mas o bebé ainda não mexe. Questionamo-nos a todo o momento: «será que está tudo bem?»;

– Chega o dia de fazer análises, achamos que estamos tranquilos, mas até virem os resultados não ficamos descansados;

– Temos as roupas do bebé prontas e arrumadas mas estamos constantemente preocupados «será que falta alguma coisa?»;

– O terceiro trimestre chega, o bebé não pára um segundo de dar pontapés, mas a todo o momento nos perguntamos «filho quando será que vens cá para fora?» :) ;

– As contrações começam, sabemos que o momento vai chegar, mas a ansiedade e o medo daqueles minutos ultrapassam-nos (…)

CASAIS GRÁVIDOS:

A gravidez traz uma felicidade imensa, mesmo a quem não a planeou. Mas não traz só maravilhas. Traz medos, receios e muitas dúvidas!

QUAIS OS SINAIS E SINTOMAS NORMAIS NA GRAVIDEZ?

– Fadiga;

– Sonolência;

– Aumento do apetite;

– Sensibilidade nas mamas/mamilos;

– Eventual surgimento de colostro mais para o final da gravidez;

– Náuseas e vómitos controláveis;

– Surgimento de manchas na face;

– Aparecimento de linha escura na barriga (desaparece, habitualmente no final da gravidez);

– Maior urgência urinária;

– Obstipação / prisão de ventre;

– Dor lombar.

QUAIS OS SINAIS DE ALARME PARA IR AO HOSPITAL?

Hemorragia vaginal;

Perda de líquido vaginal;

Corrimento vaginal com dor ou prurido (comichão);

Dor abdominal e/ou pélvica;

Febre;

Persistência de vómitos sem tolerância alimentar/hídrica;

Dores de cabeça fortes e contínuas (associadas ou não a tensão arterial elevada);

Visão turva;

Tensão arterial elevada;

Inchaço repentino das mãos e/ou dos pés;

Diminuição de movimentos fetais.

Baseado no Programa Nacional para a Vigilância da Gravidez de Baixo Risco

As grávidas que visitam o blog já sentiam falta de informação :) Espero que vos seja útil. E não se esqueçam: na dúvida, liguem Saúde 24 / 112!

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?