Mamã quero dormir! Dicas úteis para ter sucesso nas sestas do bebé

Mamã quero dormir! Dicas úteis para ter sucesso nas sestas do bebé

Abr 15, 2020

Já vos tinha dito que o sono do bebé é dos temas que sempre me preocupou? E é algo que sei que, mesmo agora estando bem resolvido, pode perfeitamente dar uma volta de 180 graus e o João Maria passar a adormecer mal, não querer dormir de dia ou dar noites mal dormidas. Bem… Por essa altura trago-vos um artigo novo, talvez chamado «o meu filho passou a dormir mal. Como aprendi a lidar com isso» ;)

O período noturno já vos tinha dito como funciona na nossa casa, quando falei da «importância das rotinas no sono noturno do bebé». A rotina que criámos com o nosso filho desde que chegou a nossa casa, certa ou não, foi aquilo que permitiu que desde cedo percebesse que a noite é para dormir :)

Mas o problema neste bebé foram, até cerca dos 4 meses, as sestas durante o dia. Nunca foi um bebé de adormecer na espreguiçadeira ou no parque a olhar para os bonecos. Parece-me que sempre gostou do sossego para o momento da sesta :)

Durante o dia e uma vez que temos um quarto no rés do chão, colocámos uma cama de viagem neste quarto e é aqui que ele faz as sestas. Inicialmente colocávamos o quarto a meia luz para que não trocasse o dia pela noite, mas à medida que foi crescendo e percebendo a diferença entre o dia e a noite, começámos a escurecer o quarto por completo. É assim que dorme melhor e mais tempo durante o dia.

Não posso prevêr que a nossa experiência vá correr bem com os vossos filhos porque cada criança é uma criança e cada mãe e pai é uma mãe e um pai… Mas garanto-vos: foi difícil, muito difícil criar rotina diurna para as sestas do João Maria. Talvez porque nos faltava, enquanto pais, perceber os sinais do nosso filho. A chave, no nosso caso, foi aprender a conhecer o nosso bebé, ter muita paciência e persistir :)

Insiste, persiste e não desiste ;)

Quando o bebé era mais pequenino, não pensávamos muito em criar rotinas de sono diurnas, porque o bebé estava grande parte do dia à maminha (mamava em horário livre) e acabava por adormecer assim; eu colocava-o na cama de viagem e ele ficava a dormir. Contudo, cerca do segundo mês de vida, o João Maria começou a ficar mais tempo acordado durante o dia e a manter-se acordado durante a mamada. Foi por esta altura que comecei a colocá-lo para dormir sempre no mesmo sítio, para que associasse aquele lugar às sestas diurnas: a tal cama de viagem no quarto do rés-do-chão.

Além disso, preocupei-me em cumprir recomendações das leituras que até então tinha vindo a fazer. Desse estudo, saliento-vos que, para conseguirmos que um bebé adormeça num sítio que não a mama ou o colo é importante:

1.) Percebermos, mais ou menos, o TEMPO QUE O BEBÉ AGUENTA ACORDADO. Este tempo claramente que vai mudando à medida que o bebé cresce, conforme as suas necessidades, mas o importante é em cada fase tentarmos perceber se aguenta 2h ou 3h ou 4h acordado. O suficiente para que, cerca de 30 minutos antes de iniciar sinais de sono, sejamos nós pais/cuidadores a propiciar um ambiente calmo e tranquilizador.

2.) Promovermos a TRANQUILIZAÇÃO DO BEBÉ: diminuindo o ruido, a luz e os equipamentos excitantes, como brinquedos com música alta ou luz acentuada.

3.) Estarmos atentos aos SINAIS DE SONO do bebé:

– Bocejar;

– Mãos a esfregar os olhos;

– Olhos mais entreabertos;

– Choro de mimo constante, difícil de acalmar.

4.) COLOCAR O BEBÉ A DORMIR ASSIM QUE SE INSTALEM OS SINAIS DE SONO. Se não o fizermos nesse momento, o bebé inicia um estado de agitação/irritabilidade incompatível com o adormecimento, dificultando todo o processo. E fazendo-nos crêr que está a fazer “uma birra do sono” ;)

5.) OFERECER AO BEBÉ O SEU BONECO DE DORMIR/FRALDA/PANO E, EVENTUALMENTE A CHUCHA.

Lembram-se de vos falar no artigo «importância das rotinas no sono noturno do bebé» da importância do bebé ter um bonequinho específico para quando vai dormir? Seja um boneco, uma fralda ou um pano, algo que o bebé associe ao dormir facilitará todo este processo. O bebé vai sempre associar aquele “amoleto” ao sono, além de que, se acordar durante a sesta ou durante a noite, não vai ter medo porque reconhece o seu boneco/fralda/pano. É contudo essencial que o “amoleto” de dormir seja unicamente para isso: dormir!

Foi isso que passámos a fazer. Identificamos mais ou menos quanto tempo o nosso bebé aguenta acordado e próximo de iniciar sinais de sono, diminuimos o ruido, baixamos ligeiramente os estores e brincamos com ele com brinquedos que não sejam excitantes; mostrando sinais de sono, mudamos a fralda, oferecemos-lhe o bonequinho de dormir e colocamo-lo na caminha, com a chucha. E não é que resulta? Mas atenção! Há momentos difíceis, vezes em que parece que o deitámos cedo demais e ele nao quer ficar. E aí é preciso pegá-lo, confortá-lo, acariciá-lo para que aceite ficar e durma.

Da fralda na cara, à chucha com aero-om, ao boneco que passou a ser sempre o mesmo, à manta a tapar, tudo foi experimentado para conseguirmos que adormecesse na cama. Uma coisa é certa, muito carinho e amor nos momentos que precedem a altura de ir deitar é o importante para que o bebé vá tranquilo e aceite ficar.

E convosco, como têm sido as sestas dos vossos bebés? Quais as vossas técnicas? Criaram uma rotina? Partilhem as vossas histórias.

15 Comments

  1. Susana

    Obrigada pelo seu blog, tem sido muito útil para mim. Tenho um bebê de 5 meses e tem sido muito difícil implementar rotinas de sono. Só adormece na mama, eu tento dar-lhe xuxa, doudou, fraldinha mas não liga nenhuma. O pai tenta adormecer mas também não funciona… Crio um ambiente calmo, deito-o no berço mas não adormece nem sossega… só quer maminha para dormir. Ando cansada. Queria quebrar está associação mama-sono… Não sei como. Queria que ele se consolasse com a xuxa e para ele pegar nela eu ponho aero-om, mas até que ponto estou a fazer bem? (Por ser medicamento…).
    Grata.

    Reply
  2. Lígia Pinto

    Cada bebé é um bebé! O meu primeiro filho fazia sestas em qualquer sítio, com barulho, luzes, tudo. Agora a segunda…é toda uma outra história. Tem de haver silêncio absoluto e pouca luz, de outra forma não descansa. A rotina é colocá-la no berço, ir fechando a janela, dar-lhe a fralda e a chucha. Umas vezes fica e adormece sozinha, outras vezes só precisa da mão da mãe para adormecer, e ainda há as vezes em que adormece ao colo. Já são 6 meses de rotinas…uns dias correm melhor que outros, mas insisto sempre na rotina!

    Reply
    • Enf Andreia

      Ligia, muito obrigada pelo seu comentário e pela partilha tão construtiva :) É realmente importante que todas as mães e pais entendam que cada filho é um filho, como cada um de nós é diferente do outro :) Um beijinho grande

      Reply
    • Tânia

      eu tenho um pequeno que fez 7 meses a uns dias… ainda dorme no berço no nosso quarto durante a noite(acorda para mamar de 4/4h), e as sestas de dia sao feitas no carrinho na sala.
      Nós queremos muda-lo para o seu quarto, entao comecamos a uns dias a tentar que ele faça sesta no seu quarto..as que consegui que fizesse ate entao nao foram mais que 10/15m; e o que nos preocupa mais é que ele nao adormece sozinho, seje onde for, só mesmo na mama..se for no
      carrinho, temos que andar com ele
      dum lado pro outro, ou entao no colo a andar tambem, palmadinhas no rabo, ou na cadeira de baloiço. Não sabemos o que fazer mais.. e é cada vez mais dificil, pois ele está cada vez maior e já com 9kg, e tambem porque é tambem importante para ele poder ter essa seguranca/independencia.
      alguma dica que me possa dar? por favor

      Reply
      • Enf Andreia

        Olá Tânia. Fora todas as dicas do artigo que possibilitam um descanso mais favorável no bebé: ambiente calmo e sem ruído, perceber os sinais de sono, tentar não estimular o bebé quando inicia sinais de sono ou quando se aproxima a hora da sesta… Cada bebé é um bebé e este processo é moroso! Sugestão: pode tentar adormecê-lo deitando-o no berço com o bonequinho de dormir e a chucha (eventualmente) assim que ele inicia sinais de sono e dar umas palmadinhas no rabinho cantando-lhe ou fazendo “shiuuu”. Transmitir-lhe segurança em todo o processo. Veja o artigo sobre o direto com o osteopata Gonçalo e aperceba-se se há alguma necessidade do bebé que possa não estar satisfeita no momento de ir dormir. Um beijinho e obrigada por estar desse lado ;)

        Reply
  3. Renata

    Insistir, persistir e não dexistir!!!

    Reply
    • admin

      :) Sem dúvida.

      Reply
      • Mónia Nunes

        Olá andreia!!
        Nós temos tentado de tudo, já resolvemos (assim espero) a situação de ele não gostar e de não querer dormir!
        Agora mantém-se o problema de só mas só adormecer à maminha! O problema é que vou voltar ao trabalho daqui a 1 mês e nem o pai o consegue adormecer! Quando conseguiu têm imensos desperares e acorda em stress a gritar e a pedir a maminha dele! Fica desesperado!
        Com quase 7 meses chega a acordar 5 vezes à noite para mamar! E só se com a mama adormece outra vez! (nao vale a pena colocar o pai na equação à noite, infelizmente não funciona e prefiro nem falar sobre isso)
        Sei que o melhor para o meu filho é a livre demanda, mas a nossa livre demanda mesmo já a comer sopas e papas continuam a ser 13 mamadas por dia!!!
        Mesmo extraído leite não vou conseguir ter tanto armazenado para ele! porque pedindo sempre mama nunca consigo extrair mais que 25 ml.
        será que sou eu que estou a falhar?
        isto é mesmo desgastante. preciso de dicas de ajuda!
        Agora consigo perceber as mulheres que apesar da felicidade imensa de ter um filho sofrem imenso e têm depressões pós parto (acho que ainda não estou assim tão mal, mas já acuso alguma pressão).
        Desculpa o desabafo, mas desde que sigo a página sosmama e falo contigo andreia sinto de alguma forma algum alento!
        obrigada e um beijinho

        Reply
        • Enf Andreia

          Querida Monia, só tive agora possibilidade de lhe responder. Agradecer estar desse lado, partilhar as suas experiências que tanto enriquecem outras mães e tanto me dão a mim também :)
          Sem dúvida que não é fácil! Já voltou ao trabalho? Como tem sido? Pois é muito exigente a maternidade sem dúvida. Claro que vai ter dificuldade na extração se tem um bebé que mama tantas vezes. A mama não pára de produzir mas o bebé mamando não consegue extrair. Com a idade do seu bebé já há alternativas para o tempo em que ele estiver na creche: iogurte, bolachinhas de milho ou arroz, fruta (se quiser investir em algo mais saudável do que bolacha maria, pelo menos até 1 ano de idade) :) Estarei sempre aqui!

          Reply
  4. Sara Nogueira

    O meu sempre chamaram “come e dorme”. Com o tempo começou a passar mais tempo acordado. Não criei muitas rotinas durante o dia. Sempre o habituei a dormir com o barulho . E ele nunca se incomodou. Aliás fomos para as competições de atletismo do papá e ele nunca acordava com o tiro de partida, óbvio que era olhada de lado, mas eu sei que é o melhor para o meu filho e nunca iria fazer nada para o prejudicar. No entanto, comecei a perceber como o meu bebé funcionava e sabia que se ele dormir no silêncio e na escuridão trocava tudo e só adormecia a noite por volta das 3h ou 4h. Então habituei o meu filho a dormir com ruído ambiente e na claridade e no carrinho durante o dia, apenas tapo o carrinho se estiver a apanhar directamente com a luz. Assim dorme sonos entre 15min a 45 ou as vezes 1h.
    Durante a noite ele toma banho, depois dou mama e ele no ambiente com menos luz e acolhedor sabe que é para dormir. Aprendi que a rotina a noite é sagrada , mas também sei que não há nenhum bebé igual e por isso não podemos comparar o que faço ao que outras mamas fazem.
    As tuas dicas são excelentes! Obrigada !

    Reply
    • admin

      Sara muito obrigada!Muito feliz com a partilha de experiências! Sem duvida que cada criança é uma criança :) A situação do teu bebé mostra isso mesmo ;) Obrigada pela partilha, uma vez mais!

      Reply
  5. Claudia Amaral

    Quanto a mim/nós, concordo com a importância da criação de rotinas, da mais variada ordem, de entre as quais a do sono. Sem obsessões, naturalmente, pois também há dias excecionais e não morre ninguém… :)
    A princesa maior, agora quase com 5A, só se eu não puder é que ela não se deita antes daa 21h…chego a deitá-la às 20h30! Considero fulcral promover o máximo n.de h de sono desde cedo e felizmente somos abençoados também nesta questão. A princesa adormece em menos de nada, embora apenas há cerca de 1A (creio que nem tanto) o faça sem companhia (normalmente da mamã)… Aos poucos fomos criando estratégias e ultimamente contornavamos a não presença na sua cama até adormecer pela razão de fim de gravidez e inerente desconforto que sentia ao levantar-me da sua cama, que ela compreendia… Curiosamente, após nascer a irmã, agora com 3.5M, questionou-me se já estava melhor do pipi (mega gargalhada ahahahahahah foi como lhe expus o caso na altura…), para poder voltar a fazer-lhe companhia!!! :) ahahahahah expliquei-lhe que não iríamos regredir, já que ela fizera tantos progressos e estava tão crescida e tem corrido muito bem ❤️ Lá pede que um de nós fique no corredor dos quartos só até que adormeça… Creio que a conforta e tranquiliza saber que há ali a presença de um de nós… Diz que gosta muito de nós, retribuimos, por vezes lá faz uma ou outra questão, mas habitualmente muito pacífico. Orgulho ❤️
    Ah, mas importa dizer, embora o saibas, que cheguei/chegámos a abanar a baby Íris desde logo, para adormecer, o que nunca encarámos como crítico ou preocupante, pois ela em poucos minutos ficava… A prova é que estabeleceu se uma rotina do sono saudável e até prazerosa para todos nós, em nada complicada de gerir, a meu ver… E com o tempo tudo se encaminhou ❤️
    Abanamos, hoje ainda, a baby Áurea, que alguns podem afirmar ser vicioso ou mau hábito, mas não nos incomoda, pois trata-se de uma decisão em consciência e tudo tem corrido extremamente bem a esse nível ❤️❤️❤️

    Reply
    • admin

      Obrigada por mais um excelente comentário :) :)

      A rotina é para isso mesmo: para que quer as crianças quer os pais se sintam bem com a rotina criada. Para que todos sejam felizes com as opções tomadas e sobretudo se torne saudável para as crianças, que aprendem a dormir sem medo, algo tão difícil em muitas delas. Conseguir a perfeição é impossível e, no fundo, o importante é todos ficarmos bem, desde que a segurança e a saúde do bebé/criança não seja comprometida :)

      Reply
  6. Tânia Abrigada

    Obrigada pelas dicas! É fundamental conhecermos o nosso bebé para sabermos o q funciona com ele, para conseguirmos estabelecer a tal rotina! Por que aqui por casa a rotina também é essencial ❤️❤️❤️

    Reply
    • admin

      Que bom que mais mães se identificam! Obrigada pelo testemunho querida amiga <3

      Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?