Diarreia no bebé. Sinais de alarme

Diarreia no bebé. Sinais de alarme

Abr 14, 2020

A diarreia é um dos sintomas em bebés que mais preocupa os seus pais, não fosse esta sinónimo de dor, desconforto, diminuição do apetite e desinteresse para o que rodeia o bebé. Nem sempre é sinónimo de infeção. Contudo, é fulcral conhecer os sinais de alarme no bebé com diarreia, que serão motivo para ida ao serviço de urgência de pediatria.

A Direção Geral de Saúde define diarreia como o aumento do volume e da frequência das dejeções com diminuição da consistência das fezes. As fezes apresentam-se na forma líquida e o bebé tende a fazer cocó mais vezes.

QUE CUIDADOS TER COM O BEBÉ COM DIARREIA?

Verificar tolerância do bebé a alimentos e líquidos

Antes de pensar em ir ao hospital com o bebé, é importante verificar a sua tolerância aos alimentos e a líquidos. É natural que o bebé tenha menos apetite. Não insistir / não forçar é importante, mas garantindo que ingere sobretudo líquidos.

Aumentar a oferta de líquidos ao bebé, para evitar desidratação:

– Se amamenta, oferecer maminha;

– Se já introduziu alimentos, oferecer mais água ao bebé;

– Se é um bebé que não aceita muito bem água, tentar água morna ou chá apropriado para bebés;

Chá Alivit da Nutribén próprio para oferecer ao bebé desde os 0 meses (à venda em qualquer farmácia)

Ponderar a introdução de gelatina, mediante autorização e avaliação do médico assistente (médico de família ou pediatra).

Aliviar a dor / desconforto do bebé:

É normal o bebé com diarreia ter dor de barriga (o desconforto é tão grande em nós, adultos, que imaginemos num bebé pequeno e indefeso);

– Se é uma dor controlável e ligeira, aplicar quente local (através de saco de água quente ou almofadas anti-cólicas apropriadas para bebés à venda em várias páginas online de artigos de bebé);

– Se o bebé manifesta uma dor intensa, além de proporcionar conforto por meio do ambiente envolvente ao bebé e de aplicar quente local, é importante dar analgésico, de preferência e em primeira linha, Paracetamol.

Consultar artigo «analgésicos e antipiréticos em Pediatria»

Vigiar sinais de alarme

Um bebé com diarreia, ao contrário de um adulto, rapidamente pode entrar em estado de desidratação, pela perda aumentada de líquidos relativamente à sua proporção corporal. Conhecer os sinais de alarme é importante de forma a saber quando ir ao serviço de urgência de pediatria:

– Fezes com presença de sangue;

– Palidez acentuada da pele e das mucosas (lábios e mucosa ocular esbranquiçados);

– Olhos encovados (olheiras marcadas);

– Choro sem lágrima;

– Boca seca com língua branca;

– Aumento da sede;

– Diminuição da produção de urina (não urina há mais de 6 – 8h) ou urina de cor forte e cheiro intenso;

– Prostração / sonolência aumentada (diminuição da atividade sem ser em horário de sesta);

– Maior irritabilidade;

– Inconsolabilidade, mesmo ao colo da mãe ou de outra pessoa significativa;

– Vómitos persistentes.

O MEU BEBÉ TEM DIARREIA, INICIEI INTRODUÇÃO DE LÍQUIDOS MAS VOMITOU, O QUE FAZER?

Se teve um vómito esporádico, fazer pausa de alimentos e líquidos por 30 a 45 minutos;

Após esse tempo, iniciar 1/3 de um copo de soro de rehidratação oral ou chá apropriado para bebés – 1 colher de sobremesa de 5 em 5 minutos (o professo é demorado, faz parte);

Exemplo de soro de rehidratação oral à venda em qualquer farmácia
Tem 24h de validade no frigorífico depois de aberto

Quando terminar a oferta de soro de hidratação oral ou de chá apropriado para bebés, aguardar mais 30 a 45 minutos;

Após esse tempo, retomar alimentação (amamentar se ainda amamenta; se já introduziu a fruta, oferecer um pouco de pêra, banana ou maçã) e voltar a aguardar 10 a 15 minutos para oferecer mais alimentos ou líquidos se é vontade do bebé;

Não forçar.

O BEBÉ VOLTOU A VOMITAR OU TEVE MAIS 2 A 3 EPISÓDIOS DE DIARREIA EM QUANTIDADE MODERADA, O QUE FAZER?

Verificar os sinais de alarme no bebé;

Pausar alimentação (incluindo líquidos);

Levar o bebé ao hospital.

EM CASO DE DÚVIDA, EM QUALQUER FASE DO PROCESSO, CONTACTAR LINHA SAÚDE 24 OU LINHA 112 E SEGUIR ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL.

Tag:

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

× Podemos ajudar?